12/04/2018 as 19:00

ALTOS PREÇOS

Turismo de luxo no Rio de Janeiro

A cidade maravilhosa tem opções sofisticadas para os turistas mais exigentes da temporada


Turismo de luxo no Rio de JaneiroDivulgação

 

O turismo de luxo é marcado pelos altos preços, pela exclusividade e pelo atendimento personalizado. Pode não parecer, mas os turistas do luxo não optam por esta modalidade pelo prazer de gastar dinheiro, mas sim pelas experiências que o serviço oferece.

No mundo, o mercado de luxo está avaliado em cerca de um trilhão de reais por ano e é acessível a mais de 320 milhões de pessoas. O Brasil está em evidência no setor e as mordomias são oferecidas também à uma parcela de sorte que visita a cidade maravilhosa carioca.

O Rio de Janeiro conta com uma série de atividades capazes de compor um roteiro turístico no mundo do luxo. Elas demandam, além de dinheiro, tempo. Para visitar tudo no seu tempo e com muito conforto, não deixe de conferir o ‘aluguel temporada rio de janeiro’. Confira algumas atividades de luxo que estão listadas a seguir.

 

COMPRAS

O renascimento do glamour carioca é diferente da elite paulistana que usa ternos. O carioca é descontraído e prefere mesmo é andar de sandálias de dedo durante a noite. E o setor das compras tem acompanhado o comportamento dos nativos para dar conta do sucesso das lojas.

A chegada de marcas luxuosas, como Louis Vuitton, Cartier, Tiffany & Co, Prada, Gucci e Ferrari há alguns anos na cidade instalou um novo padrão no atendimento aos clientes. Todas estas ficam no Village Mall, empreendimento de luxo na Barra da Tijuca, um das regiões mais caras do Rio de Janeiro, com vista para a lagoa da Tijuca.

Já na categoria joias, o quadrilátero das ruas Anibal de Mendonça, Maria Quitéria, Visconde de Pirajá e Barão da Torre, está sempre tomado por seguranças, carros de luxo e mulheres elegantes. A região tem a maior concentração de joalherias da cidade, com fachadas de vidro, aço e mármore, e escondem preciosidades que valem até sete dígitos no mercado.

Envio de brindes, convite para festas de lançamentos, conhecimento dos produtos da marca e das concorrentes e, ainda por cima, lembrar o nome de cada uma das clientes, são as habilidades dos vendedores oferecidas à clientela sofisticada.

COMIDA

Considerado um dos melhores restaurantes do país, o Le Pré Catelan é também um dos mais refinados, com lustre de cristais Swarowski, mármore nos banheiros e cortinas voluptuosas. O restaurante francês dentro do Hotel Sofitiel, na praia de Copacabana, mistura as novidades com os clássicos franceses, sem deixar de aproveitar a matéria prima tipicamente verde e amarela, como no Menu Amazônia, com dez pratos como o peixe Pirarucu com crosta de caju sobre um ninho de jambu e regado pelo caldo de tucupi. Para a sobremesa, um carrinho oferece diversas opções, como a tradicional Tarte Saint Honoré francesa e o caprichado creme brûlé. A conta não sai por menos de R$ 100 por pessoa.

Comer uma feijoada pode sair pelo mesmo preço, pelo menos no restaurante Antiquarius. Servida somente aos sábados, o preparo leva ao todo quatro dias e vem acompanhada de caju ao invés de laranja. A gastronomia do local, no entanto, é portuguesa, e oferece como opções bacalhau, lagosta e as deliciosas sobremesas de Portugal num ambiente decorado com porcelana chinesa, lampadários, pratarias e até quadros do século 17. Se houver interesse em comprar algum item, eles estão à venda e custam entre R$ 2.000 e R$ 50.000.

Nem mesmo os doces chocolates escapam das marcas de luxo no Rio de Janeiro. A cidade já conta com franquias da rede Cacau Noir e da grife Aquim. Ingredientes de qualidade, como o chocolate belga e as amêndoas de Ilhéus, na Bahia, são usados na hora de preparar cada um dos bombons.

DIVERSÃO

A mordomia continua até mesmo no escurinho do cinema. Com mais ou menos R$ 50, é possível ter acesso a uma experiência exclusiva na hora de ver um filme na telona. Mas antes, é necessário subir de elevador privativo até o saguão com decoração de hotel cinco estrelas. Uma recepcionista indica um lounge composto por poltronas, sofás e mesas baixas, enquanto a sala não está disponível. Um garçom vem coletar os pedidos antes do início do filme. O menu inclui sanduíches de presunto do tipo Parma e champanhe Chandon. Dentro da sala, assentos espaçosos e reclináveis aguardam o espectador.

Ao sair do cinema, a próxima parada pode ser um bar, também pensado para os amantes do luxo da extravagância. O Paris Bar tem o ambiente formado por poltronas com estampa de zebra, lustres de cristal e luz indireta. Os drinques são o destaque da casa, e são feitos com vodca francesa Grey Goose, gim da marca escocesa Hendricks e especiarias, como aroma de carvalho e pétalas de rosa. O atendimento personalizado permite que o cliente faça substituição nas receitas sugeridas.

BAIRROS

A zona sul carioca é a mais disputada pelos endinheirados. Leblon, Ipanema, Lagoa, Gávea e Jardim Botânico estão no topo do ranking quando o assunto é o valor do metro quadrado dos imóveis, com preços que ultrapassam até mesmo as localizações de São Paulo. Quanto mais perto da orla da praia, maior é o valor pago pelos sortudos e poderosos proprietários.

Com instalações entre os morros e os mares, os serviços oferecidos a uma parcela privilegiada da população focam na qualidade para garantir a fidelidade dos clientes que podem pagar mais. O renascimento do luxo da cidade carioca é bem diferente daquele glamour visto nos anos 70, mas tem movimentado também o turismo dos afortunados, que começaram a perceber que ser carioca é que é um verdadeiro luxo!