18/07/2018 as 06:59

Turismo

Prefeitura apresenta projeto de reforma da Orla Pôr do Sol para moradores

A obra deve ser finalizada no prazo de seis meses.


Prefeitura apresenta projeto de reforma da Orla Pôr do Sol para moradoresFoto: Ascom/Semict

Na tarde desta terça-feira, 17, a Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo (Semict), realizou reunião com comerciantes, empresários de embarcações, barqueiros e ambulantes que trabalham na região do Mosqueiro, para apresentar o projeto de reforma da Orla Pôr do Sol Cleomar Brandi, iniciativa do Governo do Estado com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

 

Os coordenadores do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) em Sergipe, Rafael Corona e Felipe Brito, detalharam itens da obra como a reforma do calçadão, instalação de sistema de segurança, três píeres flutuantes, novo paisagismo e instalação de lâmpadas de LED. Também informaram que serão construídos banheiros públicos e a renovação do piso de madeira do deck.



Segundo o representante da empresa executora da obra, a Camel Empreendimentos e Construções, o engenheiro Luís Gabriel, “a obra transcorre dentro do que está estabelecido no cronograma” e deverá ser finalizada no prazo de seis meses. “Estamos com 10% das obras concluídas e vamos trabalhar para entregar essa reforma no dia 4 de novembro”, disse, acrescentando que as equipes “trabalham buscando minimizar os impactos aos moradores, trabalhadores e turistas que visitam a área”.

 

O projeto foi colocado à disposição de todos e, após sua apresentação, foi dada a palavra aos participantes para considerações. O diretor de Espaços Públicos da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Ubiraci Rabelo de Lima, respondeu aos diversos questionamentos dos comunitários como a localização dos banheiros, segurança do local, padronização de barracas e o plano de gestão do espaço, “sob a responsabilidade da Semict”, explicou.



O comandante da Capitania dos Portos de Sergipe, Capitão de Fragata Alessandro Black, acrescentou que a Capitania vem colaborando com a organização do fluxo de embarcações e também na discussão de um plano de balizamento no estuário do rio Vaza-Barris.

 

Comunidade satisfeita

 

A obra ainda não foi concluída, mas os moradores já comemoram. Dona Maria Elda Rodrigues é ambulante e fala com orgulho dos “deliciosos” bolos que faz. De forma simples, diz que a Orla Pôr do Sol é sua casa e vê na reforma “um motivo a mais” para receber os turistas que visitam a região. “Uma casa feia ninguém quer entrar, mas quando uma casa é bonita, todo mundo passa curioso e quer entrar pra ver como é que é. Com a nossa Orla reformada vai ser assim, com muito turista visitando a gente”, afirma com o sorriso denunciando felicidade.

 

Fábio Gomes de Almeida é proprietário de embarcação e também enaltece o significado turístico da reforma. “Essa reforma é um presente pra gente porque nossa Orla é o melhor cartão postal de Sergipe e a reforma vai melhorar o turismo daqui pra gente ter bons ganhos e fazer cada vez mais amigos no Brasil e no mundo”, comemorou.



Para a diretora do departamento de Turismo da Semict, Luciana Kariny, a obra reflete o cuidado do poder público com o fortalecimento do turismo. “Essa reforma, em mais uma importante parceria com o governo do estado, colabora para o fortalecimento do turismo na capital e motiva a permanência do nosso turista em um dos mais belos espaços da cidade. Com a Orla Pôr do Sol reformada, teremos um espaço estruturado e organizado para comercialização de artesanato, gastronomia e para exploração do turismo de experiência com embarcações e esportes náuticos no estuário do rio Vaza-Barris”, concluiu.

 

 

Por AAN