03/09/2018 as 10:49

Turismo

O Saco é a melhor opção de praia de Sergipe e já tem destaque internacional

São apenas 5 km de extensão, com água morna, mar calmo, belas dunas, areia fina e um cenário de beleza muito relaxante.


Eleita pela revista francesa “GrandsVoyageurs” como uma das cem mais belas praias do mundo, e realmente é, a praia do Saco fica no município de Estância, a 76 km de Aracaju. São apenas 5 km de extensão, com água morna, mar calmo, belas dunas, areia fina e um cenário de beleza muito relaxante, próximo a ilhas, vários rios, com passeios de barcos garantidos a preços baixos e acesso fácil à praia baiana de Mangue Seco, onde foi gravada a novela “Tiêta”.

 

                                       


O lugar foi um dos quatro pedaços do litoral brasileiro a figurar no ranking da publicação “GrandsVoyageurs”, que elegeu as 100 praias mais belas do mundo.“A praia do Saco está situada numa vasta zona ecológica protegida. A sua extremidade, com areia tão fina que parece farinha, mergulha no azul profundo do oceano Atlântico”, cita a revista francesa. Isso serviu de estímulo ao aparecimento de mais turistas brasileiros e estrangeiros.
Com uma faixa de terra generosamente bonita, a área ainda não fornece o conforto que muitos desejam, mas garante a paz e a beleza um tanto ainda primitiva. Os moradores nativos, pescadores, dizem que estão fixados em um santuário ecológico. E é verdade. Mas para preservá-lo, é preciso que todos evitem sujar as ruas, as praias e as águas.


Saindo de Aracaju, o acesso ao Saco é bastante fácil. Pode-se seguir para Estância pela Br-101, mas o trajeto bem mais cômodo é pegando a avenida Melício Machado, até a ponte Joel Silveira (povoado Mosqueiro) e de lá ir pela Linha Verde, uma rodovia estadual que agiliza o acesso às praias do litoral Sul do Estado, passando por Coqueirinho, Caueira e Abaís. A próxima parada é o Saco. Se houver qualquer dúvida, pode perguntar ao bom povo da região.


A curta viagem para o litoral sul do Estado já vale a pena pelas belas paisagens do caminho, como a passagem pela ponte Joel Silveira, sobre o rio Vaza-Barris (divisa de Aracaju com Itaporanga D’Ajuda), e as centenas de coqueiros por toda a estrada. Há algumas áreas de vegetação de Mata Atlântica. A pista está em boas condições e é muito usada nos finais de semana por turistas e moradores da região Sul do Estado.
No povoado Saco tem pousadas limpas, aconchegantes e localizadas em pontos privilegiados, bem próximos ao mar. Os preços das diárias variam entre R$ 80 e R$ 150. Há também alguns chalés com capacidade para abrigar famílias com até seis pessoas. O preço cobrado é de R$ 80 a R$ 120 o dia.

No local de hospedagem ou conversando com moradores, pode-se programar aluguel de lanchas, escuna e jet-skis para passeios. Vale conhecer a Ilha da Sogra e a vizinha praia de Mangue Seco (BA). Os donos das lanchas cobram R$ 60 para a ilha, R$ 80 para Mangue Seco e R$ 130 para um tour pelos dois destinos.

Grupos de jovens costumam alugar barcos para passeios pelos rios da região, principalmente para curtir os finais de tarde. Também gostam de curtir as dunas em buggy alugados. Pela manhã, se não quiser se fixar na areia da praia ou em um bar à beira mar, vá conhecer a ponte Gilberto Amado, que liga Estância (Porto D’Angola) Indiaroba (Terra Caída) e garante um belo visual do rio e manguezais. Em Terra Caída tem bons catados de siri, aratu e caranguejo e boas moquecas.

O passeio de buggy dura em média 40 minutos e percorre algumas das belas dunas da região. Na praia há opções de pousadas e várias casas de veraneio. Se você escolher dormir na região, não há nenhuma opção de lazer noturno nos arredores. Para quem está hospedado em Aracaju, diversas agências de viagem fazem o trajeto por cerca de R$ 60 por pessoa.


A Praia do Saco é dividida em duas e, durante a semana na baixa temporada, ambas são quase desertas. Já nos finais de semana ou feriados, a primeira parte da praia, localizada à esquerda, tem mais movimento devido à infra-estrutura oferecida aos turistas. Rústicos quiosques dos moradores locais servem pratos típicos. No extremo Sul fica a Ponta do Saco, onde pode-se tomar banho de rio e mar.

Lagoa dos Tambaquis
Também no município de Estância, a 10km da praia do Saco, está localizada a Praia de Abaís, com 20 km de extensão. No local, há opções de bares, restaurantes e pousadas. Ao contrário de sua praia vizinha, as águas já são agitadas, o que a torna cobiçada por surfistas e praticantes de kitesurfe.

A principal atração da Praia de Abaís é a Lagoa Grande, também conhecida como Lagoa dos Tambaquis, Lagoa Azul (numa alusão ao filme) e Lagoa Cristal. Ela tem nove quilômetros de extensão e é a maior de Sergipe.


A lagoa, que fica dentro de um camping, é possível ser visitada e nela nadar em meio aos tambaquis, que chegam a pesar pouco mais de 10 kg. Os visitantes também podem alimentá-los, dando-lhes na boca a ração adquirida no local. Além desses peixes, cerca de dez outras espécies podem ser encontradas na lagoa.


Foi nesse paraíso que desembarcaram pela primeira vez no Estado os padres jesuítas, conforme registros de historiadores. Agora, você vá lá e confira.