11/09/2018 as 16:38

Turismo

Jalapão e seus principais pontos turísticos

Um carro com tração nas quatro rodas é fundamental para circular pelo Jalapão.


Entre dunas douradas, paisagens grandiosas, fervedouros e cachoeiras o Jalapão cada dia mais conquista os viajantes amantes do ecoturismo. Em meio ao cerrado do Tocantins, o Jalapão está sendo descoberto pelos turistas que buscam alguns dias de descanso longe dos grandes centros urbanos. O destino é ideal para relaxar e curtir intensamente o contato com a natureza. A região é uma das mais bem preservadas do país e o acesso, ainda limitado, faz do Jalapão uma região bem pouco explorada. É hora de sair do roteiro comum e seguir para os refrescantes banhos nas águas do Jalapão, afinal, sol é o que não falta por aqui.

O Jalapão é uma região do cerrado brasileiro, no estado do Tocantins, que engloba vários municípios e diferentes áreas de preservação, entre elas o Parque Estadual do Jalapão. A área total do Jalapão é de 34 mil km² e a região é considerada um dos maiores bloco de vegetação nativa remanescente no Brasil. O nome ainda não é muito familiar aos viajantes brasileiros, mas aos poucos o público apaixonado por ecoturismo começa a descobrir esse destino surpreendente no Brasil.

Repleta de belezas naturais e paisagens exuberantes, e é difícil decidir qual o momento mais espetacular! Flutuado em vários fervedouros, assistindo o pôr do sol nas Dunas do Parque Estadual do Jalapão e na Pedra Furada, subindos ao topo da Serra do Espírito Santo, fizendo rafting pela Cachoeira da Velha e, como não poderia faltar, tomars um delicioso banho nas águas incrivelmente verdes da Cachoeira do Formiga. Entre pousadas e barracas de camping percorrendo mais de 1500 km de estrada em meio a paisagens espetaculares. Quer conhecer o Jalapão?

Não há aeroportos na região do Jalapão, por isso o único meio de transporte até lá é por via terrestre. Para quem chegar de outros estados o ideal é ir de avião até Palmas, capital do Tocantins, e de lá seguir de carro até o Jalapão. A principal via de acesso, a partir de Palmas, é a TO-030 até Santa Tereza do Tocantins, e depois a TO-130 até Ponte Alta. O trajeto de Palmas até Ponte Alta é todo asfaltado, depois segue em pista de terra e areia, por isso viaje em um 4×4. Para quem vai até Mateiros, a viagem continua pela TO-255.

Um carro com tração nas quatro rodas é fundamental para circular pelo Jalapão, O Jalapão ainda é um destino com acesso difícil. Isso porque a maioria das estradas da região é de terra ou areia fofa. O terreno traiçoeiro faz com que carros atolem com frequência, especialmente na época da seca, quando o solo arenoso se torna ainda mais fofo, dificultando a locomoção de veículos sem tração nas quatro rodas. Para viajar ao Jalapão é altamente recomendável um veículo 4×4 e um motorista experiente em estradas de areia. Evite ficar atolado e acabar perdendo a viagem. Caso deseje alugar um automóvel em Palmas, reserve com antecedência e dando sempre a preferência aos veículos tipo SUV 4×4 (utilitários esportivos), que oferecem mais conforto nas estradas. Os carros esportivos sem tração nas quatro rodas costumam atolar.

Sabemos que muitos viajantes evitam ao máximo contratar agências para viajar, mas no caso do Jalapão elas serão de grande ajuda. O terreno difícil e as estradas mal sinalizadas fazem com que motoristas inexperientes na região tenham grande dificuldade de locomoção e o outro fator que prejudica a viagem por conta própria é a precária cobertura de telefonia móvel, que mantém os celulares sem sinal em grande parte dos percursos, sendo bem difícil pedir ajuda no caso de atolar o carro. Ainda que haja vários fatores contra a viagem por conta própria, muitos turistas encaram o desafio. Caso viajar com agência não seja uma opção, ao menos, em um guia particular para ajudar nas estradas.

Melhor época para conhecer o Jalapão

O Jalapão pode ser visitado durante todo o ano. A temperatura média na região fica por volta dos 30°C e o calor sempre reina por lá. O que deve ser observado é o período de seca e de chuva. A temporada seca no Jalapão vai de maio a setembro, sendo que os meses de maio a julho são os melhores para viajar. A região ainda estará verde e a umidade do ar mais alta. Com a proximidade do final da seca, entre agosto e setembro, a baixa umidade do ar pode deixar o ambiente mais desconfortável e vegetação já terá perdido o verde. A vantagem do final da seca é o pôr do sol, que fica ainda mais lindo. Já as chuvas acontecem de outubro a abril, tendo auge nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro. Apesar do calor, continuar alto, a chuva pode atrapalhar um pouco o passeio como a trilha pela Serra do Espírito Santo. Prefira os meses com menos chuva para viajar.

Quem deseja visitar o Jalapão encontrará pacotes que variam entre dois e sete dias. Dois dias serão suficientes para conhecer as principais atrações, como a Cachoeira da Velha, a Prainha do Rio Novo, as Dunas do Jalapão, a Cachoeira do Formiga, e um dos fervedouros. Entretanto, tendo em mente que será muito corrido! Para conhecer melhor a região e aproveitar bem as atrações sugerimos os roteiros de cinco dias no Jalapão (sem incluir as noites em Palmas). Assim será possível conhecer vários fervedouros, outras cachoeiras, fazer rafting e canoagem, percorrer a trilha da Serra do Espírito Santo e ainda ver o pôr do sol na Pedra Furada.