07/05/2019 as 08:50

Rota do Imperador

Destino se consagra no turismo de SE

De acordo com o gestor estadual do Turismo, o roteiro está com uma excelente estrutura.


Destino se consagra no turismo de SE

Uma equipe da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), fez uma visita até a Rota do Imperador para avaliar e melhor inseri-la nos atrativos que fazem parte da divulgação do estado. O roteiro possui duas fases, composta pelo city tour e o translado de catamarã que agrega as cidades de Santana do São Francisco, Neópolis e Penedo (Alagoas). A visita aconteceu no último sábado e foi coordenada pelo secretario de turismo, Manelito Franco Neto.


Uma das atrações é a cidade de Santana do São Francisco, distante 132 quilômetros da capital, e que ficou tradicionalmente conhecida pela riqueza do seu artesanato em barro. O trabalho cuidadoso, feito à mão, se tornou patrimônio da cidade e pode ser acompanhado de perto pelos visitantes. A facilidade que os ceramistas moldam a matéria-prima retirada do solo, às margens do Rio São Francisco, emprega cerca de 70% da comunidade local. E, além do artesanato, a região possui ainda outro atrativo turístico denominado como ‘Rota do Imperador’.


“Sabemos que a equipe da Secretaria já tinha conhecimento do roteiro, no entanto, nada substitui uma vista in loco que proporciona uma melhor percepção do produto e, assim, poderão apresentar com mais propriedade o passeio aos turistas. Temos um excelente produto turístico que possui um contexto histórico forte ao relatar a passagem de Dom Pedro II nestas regiões, além disso, Santana do São Francisco é rico também na culinária e artesanato”, destaca o prefeito de Santana de São Francisco, Júnior Barrozo.


De acordo com o gestor estadual do Turismo, o roteiro está com uma excelente estrutura. “Ampliaremos a divulgação deste atrativo turístico, pois o formato dele encanta os visitantes”, explica Manelito Franco Neto.


Durante o translado pelo Rio São Francisco, é realizada a apresentação do personagem na figura de Dom Pedro II que discursa sobre a importância do Velho Chico. “O público fica surpreso durante o passeio e entra no clima com as brincadeiras e as informações de caráter histórico”, ressalta Luiz Monteiro, que interpreta o imperador Dom Pedro II e também integra a equipe diretiva da Olímpio Tur (empresa responsável pelo passeio).

Polo Velho Chico
Na oportunidade, aconteceu também a reunião do Conselho do Polo Velho Chico na sede da prefeitura de Santana do São Francisco. “A Instância de Governança do Polo reuniu seus membros em assembleia com o intuito de validar o regimento interno e distribuiu cópias autenticadas da ata de institucionalização. Esta documentação é essencial e será encaminhada por cada município ao Ministério de Turismo com o intuito de assegurar a manutenção dos mesmos no Mapa do Turismo Brasileiro”, informa o presidente do Polo Velho Chico, o turismólogo Genilson Aragão.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.