11/06/2019 as 09:01

Capital

"Sergipe está ficando para trás no Turismo", diz ACF

Presidente da Abih-SE fez comparações com outros estados do NE


Antônio Carlos Franco Sobrinho, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Sergipe (Abih-SE), afirmou que o Estado está “ficando para trás” no turismo, se comparado com outros do Nordeste. “Há uma queda de demanda. Hoje está comprovado 13% da redução de passageiros, ano após ano. A ocupação dos hotéis vem caindo assustadoramente”, comentou.


A assertiva do presidente da Abih-SE foi feita ontem durante o encontro proporcionado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania) para tratar do turismo de Sergipe. “Estamos vendo uma queda de demanda. É o momento de unir forças para a gente tentar reverter o quadro. Outros destinos já estão conseguindo reagir, como Maceió, João Pessoa e Recife”, opinou.


De acordo com Antônio Carlos, algumas soluções podem melhorar o cenário em Sergipe, “como a redução do imposto do querosene para incentivar a malha aérea, definir um prazo para inaugurar o centro de convenções para que a gente possa captar novos eventos para Sergipe e a divulgação do destino. A Abih vem fazendo, mas a gente sabe que precisa do apoio público também. Essas ações, como outras, são importantes para tirar dessa situação”, defendeu.



Período junino

Para reforçar o reflexo da queda do turismo no Estado, o período junino, que já foi um dos mais pujantes do setor hoteleiro, o presidente do Abih-SE exemplifica mencionando o cenário deste mês: “Vamos ter o feriado de Corpus Christi dia 20. A gente acredita que dos dias 20 ao 30 vamos atingir uma ocupação de 85% a 90%. Mas o mês está muito ruim. Acreditamos que, na média, não consigamos atingir os 40%”, lamentou.