15/04/2020 as 11:10

FLÁVIO RICCO

Globoplay estreia série com Lília Cabral e Emílio Dantas no dia 23



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

“Todas as Mulheres do Mundo”, escrita por Jorge Furtado e Janaína Fischer, tem sua estreia confirmada para o próximo dia 23 no Globoplay. Dirigida por Patrícia Pedrosa e, antes de tudo, uma homenagem a Domingos Oliveira, falecido em 23 de março de 2019. Com contribuições inéditas do próprio escritor, a produção trará personagens inspirados em seus trabalhos e outros criados exclusivamente para a série. Segundo a proposta, cada episódio contará uma nova história de amor, que juntas formarão uma antologia da vida de mulheres e suas diferentes formas de amar. Mesmo com personalidades diferentes, elas compartilham o encanto de viver um amor à primeira vista com o mesmo homem: Paulo (Emílio Dantas). Na trama, ele é um apaixonado pela liberdade, pela poesia, pelas mulheres. Por todas as mulheres do mundo. Arquiteto por formação e poeta de coração, esse carioca mergulha de corpo e alma em cada uma das relações que vive. Sophie Charlotte, Matheus Nachtergaele, Martha Nowill, Maria Ribeiro e Lilia Cabral, assim como a ex-mulher de Domingos, Priscilla Rozenbaum e a filha, Maria Mariana estão no elenco. Total de 12 episódios.

TV TUDO APROXIMAÇÃO - “Eu acho que a série vai aproximar o Domingos Oliveira do público brasileiro. Ele que foi esse autor, diretor e ator sempre tão contemporâneo. Muita gente não sabe quem ele foi e a paixão que ele tinha por esses personagens femininos, esse olhar que ele tinha pelas mulheres. Por isso todo mundo ficava encantado com ele”, diz Lilia Cabral, que faz a mãe do protagonista, Paulo.

NOVA BASE - Assim que tudo terminar e a vida voltar ao normal, o “JR – 24h”, edição da 0h30, trocará a sua atual base de apresentação, São Paulo, por Brasília. A direção de jornalismo da Record já tem essa decisão.

E OUTRA - Também já está certo que, após a mudança de praça, São Paulo por Brasília, o “JR – 24h” terá um outro apresentador. O experiente Luiz Fara Monteiro será o novo titular da bancada.

RACHA PERIGOSO - No SBT, mas ainda no mesmo campo, o estrago causado pelas desastradas declarações do apresentador Marcão do Povo ainda não foi devidamente administrado. Ao contrário, a sua redação de jornalismo se dividiu em duas.

DIVISÃO PERIGOSA - Data hoje, o jornalismo do SBT passou a ter dois lados. Um, a maioria, formado pelos que assinaram uma carta, solicitando o afastamento definitivo de Marcão do Povo. E os que não assinaram, do outro. Prestigiado pela alta cúpula da emissora, o diretor José Occhiuso foi orientado a tomar as decisões que melhor entender.

POR OUTRO LADO - Em meio a esta perigosa divisão no jornalismo do SBT, também há os que preferem manter distância regulamentar. Pelo menos até agora não se tem notícia de que os titulares, Rachel Sheherazade e Carlos Nascimento, também resolveram se meter na história.

MAIS TV - Levantamento recente do Kantar/Ibope aponta que a audiência da TV cresceu em todo o País. O tempo médio que cada pessoa passou assistindo televisão na última semana foi de 7h54. Uma hora a mais em relação à primeira semana de março, antes do confinamento.

PAULEIRA - Desde segunda-feira, o canal GloboNews aumentou ainda mais a sua grade ao vivo, com o “Jornal das Dez”, do Heraldo Pereira, agora com duas horas de duração, 22h às 24h. Com a mudança, o GN passou a exibir 20h35 de telejornais ao vivo.

CHANCE ZERO - Após a Globo confirmar mudança na final do “BBB20”, de 23 para 27 de abril, não faltaram teorias sobre possíveis ações da produção para alterar sua dinâmica. Entre elas, a possibilidade de uma repescagem. Mas nada a ver. A chance é zero, nenhuma, de acordo com pessoas do programa.

SEGUNDO CANAL - Prestes a voltar da licença-maternidade para a reportagem do “Jornal da Band”, depois de implantar o projeto “Notícias da Redação”, a jornalista Marina Machado, também conhecida como “curinga” da Band, acaba de lançar seu segundo canal no YouTube. Após “Palavras Cruzadas Oficial”, agora ela investe na plataforma digital para falar sobre saúde.

BALANÇA CAIXÃO - O foco desse novo canal de Marina Machado tem sido os efeitos da quarentena na saúde física e mental. E como o humor é uma forma de aliviar os momentos mais difíceis, nesta quintafeira, ao meio-dia, o canal transmitirá direto de Gana, na África, a primeira entrevista ao vivo para o Brasil com o criador da “Dança do Caixão”, Benjamin Aidoo, que viralizou mundialmente.

NOVA TEMPORADA - O GNT estreia nesta quarta-feira, às 22h30, a décima temporada de “Chegadas e Partidas”, comandado por Astrid Fontenelle. Gravado antes da pandemia da Covid-19, o programa continua atrás de histórias surpreendentes no embarque e desembarque. ABRAÇOS - “Este programa fala de pessoas e suas trajetórias de vida. Tenho um carinho especial por ele. A décima temporada foi gravada antes do isolamento social e conta com muitos abraços e calor humano para esquentar nossos corações nesses dias difíceis que estamos vivendo”, comenta Astrid. No primeiro episódio, o público poderá conferir histórias como a de um casal que se conhece há pouco tempo e precisará lidar com o namoro à distância.

BATE – REBATE • A Band fez uma alteração na grade e não reexibirá mais, domingo, Compostela e Barcelona, que teve gol histórico do Fenômeno... • ...No mesmo horário, a partir das 14h, entrará a conquista do SPFC no Mundial Interclubes de 1992... • ...Também no domingo, a Band terá “Os 12 Macacos” e “Falcão Negro em Perigo”. • Gabriela Prioli e a CNN Brasil planejam estrear em maio um novo projeto. • Reprises do “Legendários” aos sábados vão precisar de mais chamadas na Record... • ...Do contrário terá que brigar por posição com a Band. • SBT poderá fazer mudanças no jornalismo do Rio de Janeiro. • ...E em consequência da perda de um profissional por causa do coronavírus, segundo o pessoal de lá. • Maurício Meirelles estreia nesta quinta um especial de comédia na Netflix. • Luiza Ambiel fará o espetáculo “Deus Me Acuda”. Deve estrear em junho.

C´EST FINI O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo também procurou a coluna para informar que não aceitou a proposta da Band sobre repactuar o PPR (Programa de Participação de Resultados). “No caso dos Jornalistas, uma assembleia online decidiu enviar uma contraproposta à empresa, que até o momento não respondeu. Portanto, não há qualquer “repactuação” como diz o comunicado interno da Band.” Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!