19/06/2018 as 07:56

SEGURANÇA

Volvo: plano de negócios ambicioso e foco em novos caminhos

Em 2019, ela não vai participar do Salão do Automóvel de Genebra


Volvo: plano de negócios ambicioso e foco em novos caminhosDivulgação

Até 2025, a Volvo Cars espera gerar metade de suas vendas anuais de carros 100% elétricos, um terço dos carros vendidos sejam autônomos e metade de todos os carros oferecidos aos clientes venham de serviço de assinatura.

Essas iniciativas devem transformar a forma como a fabricante sueca se relaciona com seus clientes, atingindo um total de mais de 5 milhões de contatos diretos com o consumidor até cerca de 2025. Isso deverá criar novas fontes de receitas e também oferecerá à empresa um potencial muito maior para desenvolver serviços conectados aos clientes.

"As expectativas de nossos clientes estão mudando rapidamente e a Volvo Cars também está mudando junto e se transformando em uma provedora direta de serviços ao consumidor", disse Hakan Samuelsson, CEO global da marca.

Exemplos dessa mudança vão se refletir na comunicação com o público, distanciando-se dos eventos tradicionais da indústria automobilística para apresentar novos modelos, tecnologias e serviços. O XC40, por exemplo, foi revelado na Semana de Moda de Milão, em 2017, e a station wagon V60, em uma garagem residencial em Estocolmo, na Suécia.

No final deste mês, a Volvo Cars também apresentará seu novo sedã S60 na inauguração de sua primeira fábrica nos Estados Unidos, em Charleston, Carolina do Sul.

Como parte da estratégia de segmentar um novo público e desenvolver seus próprios eventos, a Volvo Cars decidiu que não participará do Salão do Automóvel de Genebra em 2019.

"A mudança em curso na indústria automobilística está criando novos públicos para a marca e novas maneiras de trazer produtos para o mercado", disse Björn Annwall, vice-presidente sênior de Estratégia, Marca e Varejo. "A participação automática em eventos tradicionais do setor não é mais viável. Devemos adaptar nossas comunicações com base em como as opções complementam nossas mensagens, tempo e a natureza da tecnologia que estamos apresentando". Annwall continuou: "Esperamos que eventos do setor, como o Salão de Genebra, continuem evoluindo e que possamos voltar no futuro".

Estratégia financeira

A Volvo Cars pretende impulsionar a rentabilidade pelo aumento de vendas e receitas em todas as três regiões de vendas globais e oferecer uma gama mais ampla de carros, incluindo vendas para o novo segmento de veículos autônomos corporativos

A Volvo Cars alcançou lucros e vendas recordes em 2017, com um aumento de 27,7% no lucro operacional e vendas globais de 571.577 carros. Os resultados marcaram o quarto ano consecutivo de crescimento recorde da empresa, destacando a transformação das finanças e das operações da Volvo desde que foi adquirida pela Geely Holdings. Também expandiu sua produção global e renovou completamente seu portfólio de modelos desde 2014, com a chegada do XC90.