30/08/2018 as 10:48

Veículos

Toyota Hilux 2019 chega ao Brasil com novo design

Versões SRX, SRV e SR trazem novo desenho da grade frontal e mais itens de conforto e conveniência


Toyota Hilux 2019 chega ao Brasil com novo design

A nova Hilux 2019 chega ao Brasil. O design frontal modernizado e uma lista de equipamentos ainda mais recheada adicionam qualidades que visam realçar a essência da série: a robustez. Líder de seu segmento no mercado nacional nos últimos três anos, a Toyota Hilux tem produção na fábrica de Zárate, província de Buenos Aires, Argentina, onde é manufaturada de acordo com os valores e padrões globais de qualidade, durabilidade e confiabilidade da Toyota. Com as mudanças incorporadas na linha 2019, a picape da Toyota traça nova direção na busca por superar as expectativas de seus clientes.


Um dos mais famosos nomes do segmento de picapes é, também, um dos mais tradicionais da história. Com meio século de vida completado em 2018, a Hilux chega a um novo patamar de seu ciclo de existência e atuação global. Trajetória marcada, inclusive, por sucessivas evoluções, moldadas pelas transformações em uma sociedade cada vez mais moderna, dinâmica e urbanizada.

Quando nasceu, em março de 1968, a picape da Toyota era equipada por um propulsor de 70 cv de 1.5 litro. O chassi era separado por uma suspensão dianteira de molas triangulares, enquanto a traseira era rígida de eixo/mola. Sua transmissão acompanhava caixa manual de quatro velocidades. Comportava até três passageiros e carga de até 1.000 kg.

Quatro gerações depois, em 1988, a Hilux conciliou, de forma aprimorada, o conceito de uso misto, tomando por base três pilares: potência, robustez e conforto.


Exatamente esta quinta geração, lançada no fim dos anos 1980 e que durou até 1997, foi protagonista da história da Toyota em um dos mais importantes segmentos no território nacional. As primeiras unidades da Hilux desembarcaram no País em 1992, oriundas do Japão, ano marcado pela abertura a produtos importados no mercado doméstico. Naquele mesmo ano, a Toyota encerrou o período com cerca de 400 unidades comercializadas.

A Hilux também participou do processo de desenvolvimento econômico e social no Brasil e no território latino-americano. A picape média da Toyota conquistou, ao longo desses 26 anos, notoriedade e ainda mais relevância. Tanto é que no Brasil, por exemplo, em um intervalo de três anos, saltou de 400 unidades vendidas em 1992 para 920 em 1993, depois para 1.279, em 1994, e chegou a 2.804, em 1995. Por este potencial, a Toyota decidiu pela produção regional, com início em 1998, na Argentina.

Com a chegada da oitava geração, em 2015, a Hilux vem ampliando tradição e renome ao superar barreiras continentais. Segundo a consultoria especializada no setor automotivo Focus2Move, na América Latina, o modelo já atingiu, nos primeiros sete meses de 2018, o terceiro lugar entre os veículos mais vendidos na região. Da Argentina, o modelo é exportado, além do Brasil, para outros 21 destinos.

DESIGN EXTERNO
Inspirada em um conceito global de renovação, a Hilux 2019 reafirma a proposta de produto multiuso. Sua principal atribuição, enraizada por um DNA essencialmente dotado de robustez, tem como diferencial para a linha 2019 novo desenho frontal nas versões SRX, SRV e SR.
O modelo incorpora desenho de grade hexagonal, traçada por três sólidas barras horizontais contornadas por um acabamento cromado. As alterações implicaram na remodelação do para-choque dianteiro, onde foram incorporados faróis de neblina, equipamento presente desde a versão SR.