14/03/2019 as 11:00

Turbo

Projeções antecipam novos Fiat SUV cupê e Toro reestilizada

Picape com visual atualizado chega em 2020 e o SUV em 2021, ambos com motor 1.3 turbo


Projeções antecipam novos Fiat SUV cupê e Toro reestilizada

Após a revelação de que o motor 1.3 turbo da FCA vai equipar as versões reestilizadas da Fiat Toro e do Jeep Compass, na última sexta-feira (dia 8), agora mostramos o que esperar da atualização visual da picape e do design do aguardado SUV nacional da Fiat, antecipado pelo conceito Fastback no Salão do Automóvel do ano passado.

O desenho do Fastback, inclusive, vai inspirar a primeira reestilização da Toro que chega em 2020. A mudança será leve e preservará o conjunto óptico dividido em duas partes, característico do modelo. Mas o bloco principal ficará um pouco menor e mais integrado à grade, enquanto o para-choque vai ganhar recortes mais agressivos na parte inferior, onde ficam as luzes de neblina. Na traseira, o designer digital Kleber Pinho da Silva (responsável pelas projeções desta página) imagina que as lanternas passarão a invadir a tampa da caçamba, embora não tenhamos confirmação disso.


Na parte mecânica, a Toro vai trocar os dois motores flex aspirados, 1.8 de 139 cv e 2.4 de 180 cv, pelo novo 1.3 Firefly turbo, que na Europa existe em versões de 150 e 180 cv - aqui pode variar devido ao etanol - e 27,6 kgfm de torque. Resta saber se ele será acompanhado do câmbio automático de 6 marchas, como na 1.8 atual, ou o de 9 marchas, como na 2.4 de hoje. Internamente, haverá leves mudanças no acabamento e uma nova central multimídia.


Já na linha Jeep, o 1.3 turbo vai equipar o Compass, no lugar do 2.0 aspirado, e possivelmente também o Renegade, que terá ainda o 1.0 turbo de 3 cilindros e 120 cv - esse compartilhado com os Fiat Argo e Cronos, que também terão a motorização turbinada a partir do ano que vem.
Na parte mecânica, a Toro vai trocar os dois motores flex aspirados, 1.8 de 139 cv e 2.4 de 180 cv, pelo novo 1.3 Firefly turbo, que na Europa existe em versões de 150 e 180 cv - aqui pode variar devido ao etanol - e 27,6 kgfm de torque. Resta saber se ele será acompanhado do câmbio automático de 6 marchas, como na 1.8 atual, ou o de 9 marchas, como na 2.4 de hoje. Internamente, haverá leves mudanças no acabamento e uma nova central multimídia.

Já na linha Jeep, o 1.3 turbo vai equipar o Compass, no lugar do 2.0 aspirado, e possivelmente também o Renegade, que terá ainda o 1.0 turbo de 3 cilindros e 120 cv - esse compartilhado com os Fiat Argo e Cronos, que também terão a motorização turbinada a partir do ano que vem. Com informações do site motor1.com.