07/12/2022 as 12:11

COPA DO MUNDO

Substituto de CR7 marca três, e Portugal goleia Suíça

Com o resultado, clube carimbou a sua vaga para as quartas de final do Mundial

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Substituto de CR7 marca três, e Portugal goleia Suíça

Foi definido o dono da última vaga nas quartas de final da Copa do Mundo. Nesta terça-feira, Portugal não deu sopa para o azar e goleou a Suíça por 6 a 1 para manter vivo o sonho pelo título inédito do Mundial. Substituto do craque Cristiano Ronaldo, que começou a partida no banco de reservas, o atacante Gonçalo Ramos foi o grande destaque da partida e anotou três gols na goleada portuguesa. Com o resultado, Portugal carimbou a sua vaga para as quartas de final. Na próxima fase, a equipe comandada por Fernando Santos encara o Marrocos, que eliminou a Espanha nesta terça- -feira. O confronto entre as duas seleções acontece no próximo sábado, às 12 horas (de Brasília).

O jogo
Depois de a zebra passear na eliminação da Espanha para o Marrocos, Portugal não quis dar sopa para o azar e começou o jogo em alta intensidade. Assim, o placar foi aberto aos 16 minutos, quando Gonçalo Ramos recebeu dentro da área, girou sobre o marcador e finalizou forte, de canhota, para colocar os portugueses em vantagem.

A Suíça tentou chegar ao empate e teve a sua melhor oportunidade em cobrança de falta, aos 29 minutos. Shaqiri bateu forte de canhota e obrigou o goleiro Diogo Costa fazer grande defesa. Apesar do susto gerado pelos suíços, a seleção portuguesa seguiu em cima e ampliou o marcador aos 32. Após cobrança de escanteio pelo lado direito, o experiente zagueiro Pepe subiu livre de marcação e cabeceou firme para anotar o segundo gol da partida.

Segundo tempo
Depois do intervalo, a Suíça precisou sair mais ao ataque para buscar ao menos o empate. Com isso, porém, sobrou espaço para a seleção portuguesa explorar as costas da defesa. Assim, Portugal não demorou para ampliar o placar e, aos 5 minutos, Gonçalo Ramos voltou a balançar a rede ao receber cruzamento de Dalot e empurrar para o fundo da rede. Pouco tempo depois, Portugal transformou a vitória em goleada.

Aos 10 minutos, após contra-ataque em velocidade, Raphael Guerreiro recebeu pelo lado esquerdo, invadiu a área e bateu no alto para anotar o quarto gol português na partida. Em condições cada vez piores para buscar um verdadeiro milagre, a Suíça ainda conseguiu descontar aos 12 minutos, na bola parada. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Akanji apareceu na segunda trave e empurrou para o gol vazio. Mesmo com a vantagem confortável no placar, a seleção portuguesa continuou construindo oportunidades para anotar mais gols.

Assim, brilhou mais uma vez a estrela de Gonçalo Ramos, que anotou o seu terceiro aos 21 minutos, quando invadiu a área após assistência de João Félix e finalizou com categoria, de cavadinha, para deslocar o goleiro suíço. Principal astro da seleção portuguesa, o craque Cristiano Ronaldo ainda entrou em campo aos 27 minutos. Ele chegou a balançar a rede aos 38 minutos, mas a arbitragem anulou o lance ao assinalar impedimento. Quem também entrou em campo na reta final da segunda etapa foi o jovem Rafael Leão, que fechou a conta para Portugal ao anotar um golaço aos 46 minutos.

FICHA TÉCNICA PORTUGAL 6 X 1 SUÍÇA Local: Estádio de Lusail, em Al Daayen (QAT) Data: 6 de dezembro de 2022, terça-feira Horário: 16 horas (de Brasília) Árbitro: César Arturo Ramos Palazuelos (MEX) Assistentes: Alberto Morín Méndez (MEX) e Miguel Ángel Hernández Paredes (MEX) VAR: Istvan Kovacs (ROM) Cartões amarelos: Schar e Comert (Suíça) Gols: Gonçalo Ramos, aos 16 minutos do 1T, aos 5 do 2T e 21 do 2T, Pepe, aos 32 do 1T, Raphael Guerreiro, aos 10 do 2T e Rafael Leão, aos 46 do 2T (Portugal); Akanji, aos 12 do 2T (Suíça) PORTUGAL: Diogo Costa; Dalot, Pepe, Rúben Dias e Raphael Guerreiro; William Carvalho, Otávio (Vitinha), Bernardo Silva (Rúben Neves) e Bruno Fernandes (Rafael Leão); João Félix (Ricardo Horta) e Gonçalo Ramos (Cristiano Ronaldo). Técnico: Fernando Santos SUÍÇA: Sommer; Edmilson Fernandes, Schar (Comert), Akanji e Ricardo Rodriguez; Freuler (Zakaria) e Xhaka; Shaqiri, Sow (Seferovic) e Rubén Vargas (Okafor); Embolo (Jashari) Técnico: Murat Yakın.