11/11/2021 as 08:36

IMPOSTO

IPVA pode ter reajuste de 20% para o próximo ano

Deputado da oposição fez alerta para a possibilidade de aumento

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

IPVA pode ter reajuste de 20% para o próximo ano

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) alertou sobre a possibilidade de reajuste de até 20% no valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no ano de 2022. Segundo o parlamentar, é preciso uma sensibilidade do governador Belivaldo Chagas (PSD) no que diz respeito a utilizar a alíquota do imposto em cima do valor do carro – e não do preço praticado no mercado.

No discurso feito na sessão de ontem, Georgeo Passos chamou atenção sobre o cenário desenhado com a pandemia em todo o país. Ao detalhar a situação de crise, o deputado destacou sobre a valorização dos veículos automotores nesse período. “Com a crise que tivemos, o carro novo caiu nas vendas e elevamos o preço do carro usado”, expôs. Diante disso, a legislação do IPVA em Sergipe, aprovada em 2013, utilizar a cobrança do imposto com base no valor de mercado. “E a tabela que serve de base de cálculo é da Fipe [Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas]. O Estado contratou já. E é esse valor que o governo vai levar em consideração no próximo ano”, acrescentou.

Durante a explanação, Georgeo Passos exemplificou como pode ser feito o aumento no próximo ano. “Um carro modelo Gol 1.0, ano 2019, em setembro do ano passado custava R$ 36.334. Já em 2021, o mesmo carro custa R$ 46.461. Para o dono do carro é até uma sensação de valorização”, comentou. Todavia, ainda segundo Georgeo, com base na legislação estadual, a alíquota do IPVA é feita em 2,5% em cima do valor do veículo que é cobrado no mercado. “É um prejuízo muito grande para o trabalhador. Será que esse é o momento? A inflação está corroendo todos os trabalhadores, principalmente para os servidores que estão a tanto tempo sem reajuste salarial e sem revisão”, criticou.

De acordo com Georgeo Passos, o governo apontou para o exercício financeiro de 2022 R$ 313 milhões só do IPVA – como consta no projeto de Lei Orçamentária Anual. “Precisamos fazer como em outros estados, dialogar com o Executivo para que essa base de cálculo não seja pelo valor de mercado. Faço um apelo ao governador, que olhe para o povo”, concluiu.