17/11/2021 as 08:32

POLICIAIS

Deputado aponta indicativo de greve da polícia em dezembro

Policiais dizem que não há diálogo e pedem atuação da Mesa de Negociação

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Deputado aponta indicativo de greve da polícia em dezembro

O deputado estadual Capitão Samuel (PSC) fez um apelo ao governador Belivaldo Chagas (PSD) para a Mesa de Negociação Permanente dos servidores públicos do Estado. Segundo o parlamentar, diante da demora no diálogo, já existe um indicativo de greve para dezembro dos profissionais da Segurança Pública. “Tomem uma decisão em relação ao movimento da Polícia Militar e da Polícia Civil”, alertou.

O discurso do Capitão Samuel foi feito ontem na Assembleia Legislativa, onde apontou o indicativo de paralisação para 11 de dezembro da Polícia Civil. “Depois vem o Natal, Ano Novo, Pré-Caju e até mesmo tem o Carnaval. Delegados e agentes, pela primeira vez, aprovaram em conjunto a greve, caso não se tenha uma proposta definitiva da Mesa de Negociação Permanente”, destacou. Segundo o deputado, a medida vai ter uma repercussão no policiamento de todo o Estado. “Após um ano discutindo e exigindo a periculosidade, porque eles entendem que é uma atividade perigosa, o governo diz que já colocou no subsídio. Porém, a resposta que se tem é essa. Não se tem uma alternativa de diálogo”, mencionou.

Capitão Samuel acrescentou ainda que é sabido a conversa do governo com as demais categorias do funcionalismo público. “O indicativo de greve vai levar a sociedade a ter problemas na Segurança Pública, especialmente no final de ano e na retomada do turismo”, frisou. Por fim, o deputado apelou à Mesa de Negociação. “Se reúna essa semana, faça uma proposta concreta e efetiva para que possa os sindicatos e associações discutirem com a classe. São oito anos sequer com reajuste do índice inflacionário, que o governo faça uma proposta nesse sentido, pelo menos”, concluiu Capitão Samuel.

LOA prevê R$ 637 milhões para Educação, Esporte e Cultura

De acordo com o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA), que tramita na Assembleia Legislativa, as áreas da Educação, do Esporte e da Cultura estão com previsão de receita no valor de R$ 637 milhões para o exercício financeiro do próximo ano. Para a pasta, a propositura, assinada pelo governador Belivaldo Chagas (PSD), apontou ações que possam desenvolver o sistema educacional de ensino em Sergipe.

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, responsável pela execução dos projetos, tem por finalidade a elaboração da política educacional de ensino nos respectivos municípios que compõem Sergipe. No material encaminhado aos deputados estaduais, há também que a gestão fica responsável pela administração como um todo – além da promoção de programas voltados para as áreas. No projeto, o governador detalhou como será feita a distribuição da previsão orçamentária – na quantia exata de R$ 637.328.296.

Para 2022, serão mais de 40 projetos a serem desenvolvidos, a exemplo do desenvolvimento de políticas inclusas da educação especial (R$ 1,3 milhão), qualificação de servidores do ensino fundamental (R$ 1 milhão), sistema de avaliação da educação básica e ensino fundamental (R$ 1,2 milhão) e ensino médio (R$ 307 mil). Além disso, para a educação há a implementação da educação integral no ensino médio (R$ 7 milhões), pré-universitário (R$ 500 mil), realização de projetos pedagógicos do ensino fundamental (R$ 4 milhões) e do ensino médio (R$ 6,6 milhões), assim como construção de unidades escolares (R$ 4 milhões) e reformas (R$ 24 milhões). Ainda no projeto, existe previsão da ampliação de unidades escolares do ensino fundamental (R$ 4,2 milhões) e do ensino médio (R$ 3,7 milhões), desenvolvimento do Programa Alfabetizar pra Valer (R$ 11 milhões) e internet patrocinada no ensino médio (R$ 500 mil).

Demais orçamentos Dentro dessa área, o projeto da LOA possui previsão para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) que aponta R$ 782.037.910. Para a Superintendência Especial de Esporte, a receita para 2022 está com R$ 17.245.700. No Fundo Estadual de Desenvolvimento Cultural e Artístico, há previsão de R$ 2.457.000.

|Por Mayusane Matsunae
||Foto: Divulgação