16/06/2022 as 11:35

ELEIÇÕES

Lula retoma agenda de pré-campanha

A expectativa é de que Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo e vice na chapa de Lula para a Presidência, também esteja presente no evento

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Lula retoma agenda de pré-campanha

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores, testou negativo para Covid-19 nesta terça-feira (14). A informação foi publicada pela equipe do petista nas redes sociais, com atestado médico do Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, da USP (Universidade de São Paulo).

Lula e sua esposa, Rosângela Silva, conhecida como Janja, haviam sido diagnosticados com a doença oito dias atrás, e permaneceram em isolamento durante a última semana. No início de abril, Lula, que está com 76 anos, disse em sua conta no Twitter que tomou a quarta dose da vacina contra Covid, o imunizante da Janssen como dose de reforço. Na ocasião, também afirmou ter feito um check-up médico e, segundo disse, “o médico disse para eu não dizer mais que tenho energia de 30, mas sim energia de 25 anos”. Recuperado da Covid, Lula vai retomar a agenda de pré- -campanha, que prevê viagens ao Nordeste nesta semana.

 A expectativa é de que Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo e vice na chapa de Lula para a Presidência, também esteja presente no evento. A feira é organizada pelo Consórcio Nordeste, grupo que promove ações conjuntas dos governos da região, e é esperada a presença de todos os nove governadores dos estados do Nordeste. O petista vai aproveitar a ocasião para reforçar o apoio que têm das lideranças nordestinas. Ainda em Natal, Lula deve participar de um ato sobre a piora de indicadores sociais no país. Em seguida, na sexta-feira (16), o ex-presidente segue para Maceió (AL) e, no sábado (17), vai para Aracajú (SE).

Lula rebate críticas No Twitter, Lula rebateu nesta terça criticas que o presidente Bolsonaro fez hoje de manhã à sua campanha durante abertura do 5º Fórum deInvestimentos Brasil 2022, emSão Paulo. Bolsonaro criticoubandeiras do ex-presidente,como a defesa do direito aoaborto, o apoio ao MST e amelhor relação com paísesvizinhos na América do Sul. Oatual chefe do Executivo também voltou a levantar dúvidassobre o sistema eletrônico devotação e chamou os ministrosdo STF (Superior Tribunal Federal) de “bananas”. Na rede social, Lula escreveu que Bolsonaro “usa o nomede Deus em vão” e que “ofendeas instituições, os estudantes,as mulheres”. “O que esse carapensa que representa? Nós vamos recuperar esse país para opovo”, afirmou.