27/04/2021 as 09:38

DADOS

Covid-19: Estado já perdeu cerca de 40 servidores

Com relação aos trabalhadores da Seduc, cerca de 13 foram a óbito devido a complicações causadas pela doença

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Sergipe já registra mais de quatro mil mortes por Covid-19 desde o ano passado. Entre esse número estão alguns servidores públicos do Estado e da Prefeitura de Aracaju, que perderam suas vidas por complicações da doença. No entanto, após um ano desde o primeiro caso de coronavírus em Sergipe, ainda não é possível saber ao certo o número total de trabalhadores da esfera pública que foram vítimas fatais da doença.

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) não tem esses dados. “Só temos o levantamento de quantos morreram nesse ano de pandemia. O Sisobe é o sistema de óbitos que não mostra a causa do óbito, apenas que o servidor faleceu. Não consta a causa da morte”, disse a pasta para o JORNAL DA CIDADE. A equipe de reportagem buscou os números por meio das assessorias de comunicação, mas, ainda assim, alguns não se posicionaram até o horário de fechamento desta matéria.

Com relação aos servidores da Secretaria de Estado da Educação, Esporte e Cultura (Seduc), cerca de 13 trabalhadores foram a óbito após complicações da Covid-19, sendo três homens e duas mulheres do setor auxiliar administrativo, um coordenador de atividades, dois professores e três professoras, e dois servidores homens da Fundação de Cultura e Arte (Funcap). Quanto aos servidores do Esporte, não há registro até o momento. Esse número pode ser maior, visto que a Assessoria de Comunicação do órgão informa que os dados foram levantados por meio de homenagens prestadas aos falecidos, e as informações oficiais devem ser repassadas pela Sead. Entre os trabalhadores das forças de segurança de Sergipe, quatro policiais militares morreram de Covid-19. Na Polícia Civil há o registro de um óbito.

Na Secretaria de Justiça também há um registro de morte. Entre os servidores da Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp) há dois registros de morte de homens. No Departamento Estadual de Trânsito (Detran) não há registro, enquanto no Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe uma mulher foi vítima fatal. Nas secretarias que compõem o Núcleo da Inclusão Social e Agricultura, há o registro de quatro óbitos por Covid-19, sendo três servidores da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), um servidor inativo da Companhia de Desenvolvimento dos Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) e uma servidora da Fundação Renascer.

Os órgãos Sergipeprevidência, Sergas, Secretaria do Turismo (Setur) e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) não tiveram registros de falecimento por coronavírus. Este núcleo, do Desenvolvimento, teve casos de óbito no Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITPS), sendo dois servidores efetivos vitimados, na Fundação de Apoio à Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fapitec), sendo um servidor de cargo comissionado, na Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codise), sendo uma servidora efetiva, e na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), com três casos ao total, sendo servidores efetivos. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), e os órgãos vinculados, informa que seis servidores, entre efetivos e ou comissionados, morreram vítimas da Covid-19, sendo dois da própria Sedurbs, dois do Departamento Estadual de Infraestrutura de Rodovias (DER), um da Administração do Meio Ambiente (Adema) e um da Companhia de Saneamento (Deso). O superintendente da Comunicação do Governo do Estado, Givaldo Ricardo, informa também que houve o registro de um óbito de funcionário do serviço terceirizado do Palácio de Despachos. A Prefeitura Municipal de Aracaju não enviou o quantitativo de funcionários vitimados pela Covid-19 até o horário de fechamento desta matéria.

|Da redação do JC
||Foto: Jadilson Simões