29/04/2021 as 09:04

NACIONAL

Brasil recebe hoje primeiro lote de vacinas da Pfizer

Doses serão distribuídas para os 26 estados e Distrito Federal

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

O primeiro lote de vacinas da Pfizer chega hoje (29) ao Brasil. No total, 1 milhão de doses serão transportadas em voo que chegará ao Aeroporto de Viracopos, com aterrissagem prevista para as 19h. As doses serão distribuídas para os 26 estados e o Distrito Federal.

Segundo o Ministério da Saúde, a orientação é que sejam priorizadas as capitais devido às condições de armazenamento da vacina, que demanda temperaturas muito baixas. Conforme o Ministério da Saúde, os entes federados receberão de forma proporcional e igualitária. Os frascos serão entregues em temperaturas entre -25ºC e -15ºC, cuja conservação pode ser feita apenas durante 14 dias. Após entrar na rede de frio, com temperaturas de armazenamento entre 2ºC e 8ºC, o prazo para aplicação é de cinco dias.

Por essa razão, o Ministério informou que enviará duas remessas diferentes. Cada uma delas terá 500 mil doses e será referente, respectivamente, às primeiras e segunda doses que cada cidadão deverá receber. O Ministério da Saúde comprou 100 milhões de doses do imunizante. Em março, em reunião com a farmacêutica, a pasta apresentou a previsão de que até junho seriam entregues 13,5 milhões de doses.

Butantan retomará entregas
O Instituto Butantan retomará na sexta-feira as entregas de doses da CoronaVac na próxima sexta-feira, quando 600 mil doses serão enviadas ao Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, disse nesta quarta-feira o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

A declaração foi dada em entrevista coletiva na sede do instituto, na qual o presidente do Butantan, Dimas Covas, disse que um novo lote de 1 milhão de doses da CoronaVac será entregue ao PNI na quarta-feira da próxima semana. As entregas da vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac pelo Butantan haviam sido interrompidas devido ao atraso na chegada do insumo farmacêutico ativo (IFA) importado da China, o que impactou no envase das doses pelo instituto. O envase foi retomado com a chegada de IFA para 5 milhões de doses na segunda-feira da última semana.