29/04/2021 as 09:31

FILME

‘Rosa e Momo’, da Netflix, é lindo e tem atuações impecáveis

O roteiro e a direção de Rosa e Momo ficaram a cargo de Edoardo Ponti, 47 anos, filho mais novo de Sophia Loren

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

‘Rosa e Momo’, da Netflix, é lindo e tem atuações impecáveis

Uma simples frase encerrando os créditos finais da produção cinematográfica “Rosa e Momo” (La vita davanti a sé) indica circunstâncias difíceis durante sua realização: “Este filme foi produzido durante a pandemia de Covid-19 em 2020. O diretor e os produtores agradecem a todos os envolvidos por ele se tornar uma realidade”. O roteiro e a direção de Rosa e Momo ficaram a cargo de Edoardo Ponti, 47 anos, filho mais novo de Sophia Loren.

Desde 1957 ela esteve casada com seu pai, Carlo Ponti, falecido em 2007. Ponti pai, mundialmente famoso produtor de cinema italiano, havia descoberto a jovem napolitana em 1950 durante um concurso de beleza em Roma. Reconhecendo o talento extraordinário de Loren, Ponti a colocou em aulas de atuação e fez dela um sex symbol do cinema. Como resultado, Loren atuou em mais de cem filmes ao lado das maiores estrelas de Hollywood.

EDOARDO PONTI – FILHO E DIRETOR
Há dez anos que a mundialmente famosa diva das telonas, que possui duas estatuetas do Oscar em seu luxuoso domicílio em Genebra, não participava de nenhum filme. Ela simplesmente não se interessava pelos roteiros oferecidos. Coube a seu filho Edoardo trazê-la de volta para a frente das câmeras – aos 86 anos. O longa foi rodado no final do verão europeu de 2019 na cidade portuária de Bari, no sul da Itália. Para Edoardo Ponti, esta já é a terceira produção com a mãe celebridade. “Todos os dias, em cada take, em cada momento de filmagem, ela faz tudo com um entusiasmo e uma espontaneidade como se estivesse gravando seu primeiro filme”, diz Ponti entusiasmado com a colaboração.

Atuação digna do Oscar Madame Rosa é uma beldade em idade avançada que, em vista de seu passado no mundo da prostituição, resolveu se dedicar a cuidar de crianças filhas de prostitutas. Com um avental gasto, a estrela de cinema Sophia Loren interpreta Madame Rosa com notável grandeza e uma paixão ardente. As mães não têm tempo para seus filhos indesejados e precisam trabalhar duro para obter o dinheiro necessário para que eles tenham também com quem ficar. Loren, nascida em 1934 num subúrbio da cidade portuária italiana de Nápoles, vem, como o Momo do filme, de origens pobres. Quando criança, ela sentiu na própria pele a pobreza, a fome e a guerra. No papel de Madame Rosa, de uma maneira gentil, mas ao mesmo tempo austera, ela tenta persistentemente fazer com que o menino aceite as regras para viver em harmonia com a família substituta.