22/07/2019 as 19:35

1.645 CASOS CONFIRMADOS

Dengue faz a 8ª vítima em Sergipe

A doença, transmitida pelo Aedes aegypti, é muito confundida com as viroses


Dengue faz a 8ª vítima em SergipeDivulgação

Na tarde hoje, 22, foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde a oitava morte por dengue no estado de Sergipe este ano.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Mércia Feitosa, exames evidenciaram que a morte de uma paciente, de 32 anos, moradora do Bairro Industrial em Aracaju, foi em virtude da doença. Ela morreu no mês de junho em um hospital da capital sergipana.

A Márcia ainda informou, que foram confirmados 1.645 casos de dengue no estado.

Dengue ou virose?

A doença, transmitida pelo Aedes aegypti, é muito confundida com as viroses.

Os principais sintomas da dengue clássica são febre alta; dor de cabeça; dores nos ossos e articulações; cansaço excessivo; moleza no corpo; vômito e enjoo; tonturas; dores no abdômen e perda do apetite.

Já os sinais para a dengue grave são dor abdominal intensa e contínua; vômitos persistentes; pele fria, pálida ou úmida; sangramento pelo nariz, boca e gengivas; sonolência, agitação e confusão mental; sede excessiva e boca seca e dificuldade respiratória.

Para a SES, a melhor forma de combate à dengue é a prevenção. As ações deste ano enfatizaram o foco no combate aos criadouros, com medidas educativas em parceria com a Secretaria de Educação do Estado. Água limpa e parada formam o ambiente ideal para a reprodução do mosquito Aedes Aegypti. A principal dica de combate à dengue é evitar o acúmulo de água parada, ficando atento à locais como vasos de plantas, pneus, garrafas, calhas, ralos, janelas, vasinhos de água dos animais.