25/05/2018 as 17:58

CATIVEIRO

Equipe técnica da Adema resgata outra coruja no interior do estado

A ave, da espécie Tyto furcata, conhecida popularmente como coruja de igreja ou suindara, estava escondida em uma residência


Equipe técnica da Adema resgata outra coruja no interior do estadoDivulgação

A equipe técnica da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), cumpriu, nesta sexta-feira (25), mais uma missão de resgate de animal silvestre. Como na ocorrência da última quarta-feira, dia 23, uma coruja foi resgatada no interior do estado. Mas, dessa vez, no povoado Colônia Treze, município de Lagarto.

A ave, da espécie Tyto furcata, conhecida popularmente como coruja de igreja ou suindara, estava escondida em uma residência do povoado e apresentava sinais de tricomoníase, que uma doença típica de aves domésticas. “Essa doença é muito comum em aves domésticas e, também, em espécies consideradas urbanas. Provavelmente a contaminação se deu pela aproximação com essas outras espécies ou pela ingestão de algum pássaro infectado”, explica o veterinário e técnico ambiental da Adema, Daniel Allievi.

Ainda de acordo com Allievi, a ave precisará passar por um tratamento de saúde. “Esse animal necessita de cuidado porque a tricomoníase é considerada a principal causa de morte entre aves de rapina e demais pássaros selvagens”, relata.

A coruja foi levada para o Parque dos Falcões, localizado no Parque Nacional da Serra de Itabaiana (SE), onde passará por tratamento veterinário e de reabilitação. A equipe técnica da Adema acompanhará todo este processo e, após sua total recuperação, realizará a devolução do animal à natureza.